Osho Meditations with Nartan     

English | Português

Through our experiences in India in Osho’s presence, the Osho meditations supported us to connect to our inner being and to a state of profound silence whenever we practiced them.

The meditations begin with movements and end in silence. Through the movements the body gets activated and stagnant energies are released, a very natural process of letting go of tensions in body and mind, through that spaciousness can be felt again. In the silence, we are able to observe the body, the emotions, the thoughts. The purpose is not to judge, not to intend to change anything. Just relaxing into what is.

Dynamic Meditation: every day at 7am

This meditation is the most famous of the active meditations, very powerful and transformative. Its is a great opportunity to do this meditation for 6 days in a row during the Osho Festival, in a natural surrounding, without restrictions of noise.
For many participants of the festival and the retreats we hold here, the Dynamic is a meditation that is a fixed part of the day, like it was for many of us in the times in Poona in the seventies.

Nadabrahma with live music

Nadabrahma is a gentle humming meditation – through humming and hand movements conflicting parts of you start falling in tune, you bring harmony to your whole being and become a witness to your body, your emotions and everything around you. This witnessing is what brings peace, silence and bliss.

Kundalini

This “sister meditation” to the OSHO Dynamic is best done in the late afternoon. Being fully immersed in the shaking and dancing of the first two stages helps to “melt” the rock-like being, wherever the energy flow has been repressed and blocked. Then that energy can flow, dance and be transformed into bliss and joy. The last two stages enable all this energy to flow vertically, to move upwards into silence. It is a highly effective way of unwinding and letting go at the end of the day.

English | Português

Meditações ativas do Osho

A partir da nossa experiência na India, as meditações Osho facilitam o acesso a uma verdade e ao silêncio mais profundo no interior de cada um que as pratica.
Os movimentos das meditações ativas são um processo natural de entrega para afastar as tensões entre o corpo e a mente.

As meditações ativas segundo OSHO iniciam com movimentos simples e terminam com um estágio de silêncio. O movimento desperta a energia do corpo, liberta bloqueios, cria espaço. No final, em silêncio, observamos o corpo, as emoções, os pensamentos. A proposta é não fazermos julgamento sobre nós, nem pensar em transformações. Apenas relaxar e aceitar o que se é. Libertar as tensões há muito tempo acumuladas e reencontrar a interminável energia de amor e luz que dispomos, para lá da nossa condição física.

Apesar de estarmos recolhidos durante as meditações, recebemos energia do grupo. Esta energia reforça a nossa experiência e apoia todo o processo.

Meditação Dinâmica: todos os dias às 7h

Esta meditação e uma das mais famosas meditações activas, muito poderosa e transformativa, é uma oportunidade enorme poder fazer esta meditação durante 6 dias neste festival. Para muitos participantes do festival e dos retiros de meditação connosco, a Dinâmica é uma meditação, que faz mesmo parte do processo, como foi para nós nos anos 70.

Nadabrahma com música ao vivo

Adaptada a partir da prática meditativa tibetana, ajuda a equilibrar o lado direito e o lado esquerdo do cérebro. Trabalha os chacras da garganta e do coração.

Durante a meia hora inicial produz-se um som de zumbido, subtil vibração que oxigena as células. O som torna-se cada vez mais profundo, penetrando no espaço interior do corpo e eliminando as tensões acumuladas. Seguem-se movimentos de dar e receber energia do grupo. Por fim, em silêncio, observamo-nos – o corpo, a mente, as emoções.

Kundalini

Esta “meditação irmã” da Dinâmica é melhor praticada no final da tarde. Estando totalmente imerso no sacudir e na dança dos dois primeiros estágios ajuda a “derreter” um tipo de rocha do ser, onde quer que o fluxo de energia tenha sido reprimido e bloqueado. Então essa energia pode fluir, dançar e ser transformada em êxtase e alegria. Os dois últimos estágios permitem toda essa energia fluir verticalmente, mover-se para cima, em silêncio. É uma forma altamente eficaz de se desenrolar e soltar no final do dia.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s